Entenda o que é a Síndrome de Tourette
InfoNós

Entenda o que é a Síndrome de Tourette

Entre 15 de maio e 15 de junho é comemorado nos Estados Unidos o Mês Nacional de Consciência da Síndrome de Tourette. Porém no Brasil não temos muitas campanhas sobre o assunto. Trata-se de um distúrbio neurológico que causa tiques motores e vocais e que aparece durante a infância.

Apesar de ser pouco comentado, esse transtorno tem uma prevalência de 0.3%, atingindo 1 a cada 360 crianças nos Estados Unidos, como indica o CDCMas a falta de informação contribui com o preconceito enfrentado por quem sofre com essa condição.

Sintomas da Síndrome de Tourette

Para que seja realizado o diagnóstico, o paciente deve ter:

  • Tiques motores, que são movimentos involuntários como piscar, franzir a testa, bater em objetos próximos
  • Pelo menos um tique vocal, como latir, tossir ou fungar
  • Duração de pelo menos um ano, mesmo que variando a frequência
  • Início ocorrendo antes dos 18 anos

Esses sintomas não podem ser explicados por outra condição de saúde, como AVC anterior ou ingestão de drogas.

Contudo, a grande maioria dos portadores de Tourette sofrem com outro transtorno mental ou neurológico, como transtorno do déficit de atenção e hiperatividade ou transtorno do espectro autista. Mais de um terço também é diagnosticado com TOC (transtorno obsessivo compulsivo).

Entenda mais no vídeo abaixo:

O preconceito

Infelizmente a sociedade tem muita dificuldade em aceitar as doenças do cérebro. Algumas, como a depressão, são invalidadas por não poderem ser vistas. Por outro lado, os tiques causados pela Síndrome de Tourette são bem visíveis, mas ainda assim muitos julgam a pessoa com esse transtorno.

É comum que os sintomas sejam confundidos com má criação, vontade de chamar atenção, falta de disciplina dos pais. E não é assim. Os tiques que ocorrem nessa síndrome são involuntários e muitas vezes inconscientes.

A pessoa não pode simplesmente escolher não fazê-lo. Muitos relatam que ao tentar conter um tique, ele volta mais forte depois.

Então o que fazer?

Quando alguém que amamos recebe um diagnóstico de algum transtorno que cause tiques, o ideal é ser compreensivo e não julgar. Um terapeuta especializado pode desenvolver a habilidade do paciente de lidar com o impulso dos tiques, de forma que os sintomas melhorem.

Dependendo do caso, um psiquiatra ou neurologista pode indicar o uso de medicamentos como antidepressivos ou neurolépticos para ajudar a diminuir os tiques e o desconforto causado pela síndrome.

Entretanto, tentar punir a criança pelos tiques ou agir com preconceito só piora o problema. Precisamos espalhar informação para educar as pessoas e assim combater a discriminação.

Síndrome de Tourette é coisa séria! Vamos respeitar.

Se quiser conhecer mais sobre o assunto, existe um filme ótimo que retrata a história real de Brad Cohen, um professor que sofre com a síndrome. Clique na imagem abaixo para saber mais:


O vídeo que aparece na vinheta foi baixado do site www.videezy.com

Música: “Airport Lounge” Kevin MacLeod (incompetech.com)

Licensed under Creative Commons: By Attribution 3.0 License http://creativecommons.org/licenses/by/3.0/

O vetor “anxious kid” foi baixado de  www.freevector.com

O vetor sobre bullying está disponível em Vector Design by Vecteezy!

O vetor da criança fazendo terapia é de Designed by vectorpocket / Freepik

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.