gordofobia

Epidemia de obesidade (?)

Você com certeza já ouviu que o mundo de hoje vive uma epidemia de obesidade. Com certeza já viu algo sobre os perigos da obesidade e de como todo mundo deveria emagrecer. Na mídia, somos bombardeados com dicas de dietas do fulano e do ciclano, milagres que te fazem emagrecer de forma saudável em poucos dias – como se isso existisse.

Epidemia de obesidade. Um grande perigo devido ao aumento de pressão alta, diabetes, colesterol, etc. Um grande perigo ao coração. Risco de morte. Obesidade.

Mas… o que causa a obesidade?

Comer demais? Certamente não. Já conheci muitas pessoas que comem o dobro do que eu como e mesmo assim não engordam. Do mesmo modo, há aquelas pessoas que estão sempre de dieta e não emagrecem. Existe um fator genético aí no meio. Sem contar com doenças como o hipotiroidismo, o uso de medicamentos como cortisona e o estresse do dia a dia.

E, curioso, essas pessoas magras que comem, comem e não engordam, costumam desenvolver os mesmos problemas descritos acima. Sim, elas não engordam e mesmo assim tem colesterol alto, pressão alta, diabetes… Enquanto existem pessoas gordas absolutamente saudáveis. Como isso?

Já falei: genética. Você pode comer bem, se cuidar, ser saudável e ainda ser gordo. Ao mesmo tempo você pode comer mal, ser sedentário, ter problemas de saúde e ser magro.

Então por que dizem que vivemos uma epidemia de obesidade e por que isso é um problema? Simples, porque tendo predisposição, gorduras e carboidratos em excesso + estresse + sedentarismo resultam na tão temida obesidade. E, gorduras e carboidratos em excesso + estresse + sedentarismo também resultam em problemas de saúde.

Estamos colocando a consequência como causa. E aí vem a gordofobia: “você não devia comer sorvete”, “o primo do vizinho do meu amigo emagreceu 200kgs com tal dieta. Devia tentar”, “Só estou preocupado com sua saúde”… Sim, MINHA saúde. Não sua. É minha. É da minha conta.

O problema não é a epidemia de obesidade. O problema é a epidemia de maus hábitos – a epidemia de sedentarismo, a epidemia de ódio ao corpo, a epidemia do estresse, da má alimentação e do fast food (porque tempo é dinheiro). São essas coisas que resultam na obesidade e nos problemas de saúde.

Não é estar acima do peso X. É possível sim ser gordo e saudável. O problema não é o excesso de peso, mas o que causou o excesso de peso. A cura não é emagrecer e sim adquirir hábitos saudáveis. Cuidando de sua saúde, física e mental, emagrecer virá como consequência. Ou não. Nem precisa vir, na verdade.

Contudo, por favor não faça isso por ódio ao seu corpo. Não faça isso para tentar se enquadrar no padrão de beleza. Você já é linda ou lindo do jeito que é. E padrões mudam muito com o tempo.

Adquira hábitos saudáveis por amor próprio. Faça isso porque você se ama e quer cuidar do seu corpo. Faça isso para aproveitar melhor a vida. Faça isso por você e por ninguém mais.

 

inicie uma revolução

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.