EntreteniMente: Nise – O Coração da Loucura
EntreteniMente

EntreteniMente: Nise – O Coração da Loucura

A indicação dessa semana é um filme brasileiro lançado em 2016. Nise – O Coração da Loucura é um retrato baseado emocionante da luta pela dignidade dos pacientes psiquiátricos no Brasil, baseado numa história real.

1944. A médica psiquiatra Nise da Silveira retoma as atividades no bairro do Engenho de Dentro, no Centro Psiquiátrico Pedro II após ser presa acusada de envolvimento com o comunismo.

Ela, uma das primeiras mulheres a se formarem em medicina no país, fica indignada com o tratamento dos internos. Estes eram deixados sujos, em condições sub-humanas e eram submetidos a procedimentos como a eletroconvulsoterapia e a lobotomia.

O primeiro é a indução de convulsões através de da passagem de uma forte corrente elétrica. A segunda, é a retirada de parte do cérebro que nos pacientes com doenças mentais era feito de forma bruta, usando ferramentas como um picador de gelo.

Crítica filme Nise - O Coração da Loucura
Imagem do filme. Nise (Glória Pires) posa com alguns internos. Créditos: Vantoen P JR

Quando se recusa a ter as mesmas práticas de seus colegas, a doutora Nise é encaminhada para o abandonado setor de terapia ocupacional. Ela, então, começa uma reforma que vai desde a faxina do local até a criação de novos métodos de terapia para os clientes, como ela prefere chamar os internos.

“Pacientes não! Nós que devemos ser pacientes com eles, pois estamos a serviço deles. Eles são nossos clientes!” – Ela explica a um enfermeiro

Sua proposta foi trazer tratamento a partir da arte, incentivando a expressão do inconsciente. Para isso, criou um ambiente calmo que deixava os clientes à vontade e os tratava como os seres humanos que são. Nise também defendia o uso de animais para a terapia, os considerando “co-terapeutas”.

Entretanto, ela foi duramente criticada por seus colegas. Estes duvidavam da eficiência das suas técnicas, zombavam do seu trabalho e preferiam recorrer à violência para controlar seus pacientes. Eles não admitiam que uma mulher, através da arte, conseguisse alcançar resultados.

Crítica filme Nise - O Coração da Loucura
Nise foi a única mulher de sua turma, junto com 157 colegas homens. Créditos: Centro Cultural do Ministério da Saúde.

Ela se correspondeu com Jung, o fundador da psicoterapia analítica que ficou admirado com o trabalho realizado por ela. Nise ficou conhecida como referência da psicologia analítica no Brasil. Ela foi uma mulher corajosa que lutou por uma psiquiatria humanitária e revolucionou os hospitais psiquiátricos no país.

O filme, disponível na Netflix, conta a história de forma realista mas também emocionante. Sua narrativa tem o poder de sensibilizar e ensinar muito sobre o poder do afeto e da compreensão, além de mostrar como a arte é uma ferramenta poderosa de comunicação.

Assista abaixo um trailer da trama e se emocione:

Obs: Esse post foi escrito no dia  23/02/2018. O catálogo da Netflix está constantemente sendo modificado e o filme pode não estar mais disponível em sua data de acesso.

Para ver outras indicações de filmes e séries relacionados à saúde mental, conheça nossa sessão EntreteniMente.

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.