EntreteniMente: Série “Atypical”
EntreteniMente

EntreteniMente: Série “Atypical”

Se você é daqueles que prefere curtir o feriadão maratonando séries, vou trazer hoje uma dica imperdível: a série “Atypical”, disponível na Netflix. A história gira em torno de Sam que quer arrumar uma namorada. Ele é um jovem de 18 anos como qualquer outro, mas está dentro do espectro autista e tem que lidar com suas dificuldades.

São apenas 8 episódios, construídos de uma maneira leve que mescla o tema difícil com cenas cômicas. E a boa notícia é que já foi confirmada uma segunda temporada, prometida para estrear ainda esse ano!

A série acertou ao retratar o cotidiano de Sam e de sua família, que também é afetada pela condição dele. A mãe, Elsa, é superprotetora e fica perdida ao ver o filho amadurecendo e tentando buscar liberdade. Doug, o pai, tem dificuldade para lidar com Sam, porém se esforça para se aproximar do filho.

Há ainda Casey, a irmã dele. A relação dos dois é um dos pontos altos da trama. Embora ela seja “do contra” e muitas vezes se sinta deixada de lado pela família, Casey protege Sam e o ajuda a enfrentar a escola.

Sam apresenta características de autismo leve, antigamente chamado de “Asperger”. Ele tem dificuldade para compreender as regras sociais, leva tudo ao pé da letra e tem hipersensibilidade auditiva e tátil, ou seja, fica muito incomodado com barulhos e toques. É muito inteligente e tem um interesse especial em pinguins da Antártida, fato que é usado em diversas metáforas nos episódios.

A história nos mostra que, mesmo sendo neuroatípico, um jovem no espectro autista é uma pessoa como qualquer outra e deseja ser acolhido e amado. São várias lições de vida, trazidas de forma divertida. É uma série sobre as descobertas do amor, sobre inclusão, relacionamento e tolerância.

Se você ainda não assistiu, fica aqui minha recomendação. Eu diria que é uma das melhores produções da Netflix de 2017. Vale muito a pena!

Confira abaixo um trailer da trama:

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.