Como parar de se cortar

Como parar de se cortar

A automutilação é um dos tabus mais polêmicos na área da saúde mental, embora seja muito comum. Pode atingir todas as pessoas, mas está presente especialmente em jovens do sexo feminino. É um vicio, deixá-lo pode ser trabalhoso, mas não é impossível. Se você deseja parar de se cortar, confira algumas dicas abaixo.

Só quem já passou por isso entende realmente como é. Para os de fora, na maioria das vezes parece absurdo a ideia de uma pessoa causar dano a si mesmo. Muitos vêm com aquele velho (e inútil) discurso do “tem muita gente lutando pela vida enquanto você se machuca!” Eles não entendem que a pessoa que passa por essa situação, já está lutando.

Mesmo que incompreendido, é um comportamento muito comum cujas causas podem ser diversas – não é só desejo de chamar atenção! Na verdade, cortar a própria pele, queimar-se ou tantas outras formas de automutilação, funciona como forma para lidar com algo. Por isso, a tendência é que se torne um vício.

Parar é um longo caminho, com recaídas, tropeços e vontade de desistir. Mas não é impossível. Se você está nessa luta, não desista, você pode conseguir!

Nos vídeos abaixo, eu dou dicas que podem te ajudar nesse processo. Se você gostar, não se esqueça de compartilhar para ajudar mais gente!

Parte I – Dicas gerais para parar de se cortar

Parte II – Alternativas para lidar com os seus sentimentos

As alternativas citadas acima foram inspiradas numa postagem do blog “Escreva Lola escreva”.

Para ver mais conteúdo sobre esse assunto, confira nossa playlist sobre automutilação ou essa categoria de posts.